Conheça Suas Causas E Saiba Como Evitar

Informações confiáveis de saúde na Internet- Portal direcionado ao público em geral que tem por objetivo a informação, divulgação e educação sobre temas de saúde com mais de 750 artigos escritos exclusivamente por mais de 30 especialistas. Inicialmente, eu queria explorar assunto porque notei uma mudança na maneira como meus amigos heterossexuais falavam sobre sexo — e a frequência com que faziam também. Descobri que os homens tendem a produzir menos testosterona depois dos 30, que em casos extremos pode levar a queda do impulso sexual ou até disfunção erétil. Claro, há mais fatores que determinam por que a testosterona dos homens pode diminuir depois dos 30 — como estilo de vida, peso ou saúde mental — mas considerando que somos uma geração de eternas crianças adultas , fiquei imaginando se um declínio do impulso sexual é um problema agora que estamos envelhecendo, e como estamos lidando com isso. E se isso é uma coisa biológica ou há outros fatores sociológicos envolvidos.

Se você se identificou com a pergunta acima, saiba que não está sozinha. E se nunca viveu essa situação, tenha certeza de que é muito mais comum do que você imagina. Um estudo realizado pela psiquiatra, sexóloga e coordenadora do projeto da sexualidade no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, Carmita Abdo, aponta que metade das brasileiras apresenta algum tipo de disfunção sexual, como falta de libido, dificuldade de manter a excitação e inibição do orgasmo.

Quando a libido diminui, os homens têm menos pensamentos sexuais, interesses e fantasias e eles se envolvem em atividades sexuais com menos frequência. Mesmo a estimulação sexual por imagens, palavras ou toque podem falhar em causar interesse. Homens com libido baixa muitas vezes mantêm a capacidade para a função sexual e às vezes podem continuar a empenhar-se na atividade sexual para satisfazer sua parceira.porque acontece ejaculaçao precoce









A deficiência na sua produção pode depender de uma alteração da função da hipófise, que é a glândula (que fica no cérebro) que gerencia a produção da maioria dos hormônios; da má função dos testículos ou do excesso de produção pela hipófise de um outro hormônio, a prolactina, que na mulher é a responsável pela produção do leite. No homem a prolactina produzida em excesso leva à diminuição da libido e, em alguns casos à dificuldade para obtenção da ereção.

Primeiro é preciso procurar um médico de confiança, não vá diretamente a uma clínica especializada, que pode ser muito cara e desnecessária se você não conhece a causa do problema. Seu médico deve descobrir que está gerando a falta de libido depois de examiná-lo, conversar com você e fazer alguns estudos.

A reclamação chega aos consultórios. A baixa libido é a queixa mais ouvida pela psicóloga Maria Cristina Gobbo, coordenadora e professora no Núcleo de Atendimento e Promoção de Saúde em Sexualidade e Gênero. Os principais fatores alegados são cansaço e estresse.

Os sintomas não necessariamente aparecem todos juntos e a intensidade pode variar. A queda nos níveis de testosterona, a longo prazo, pode estar associada ao desenvolvimento de níveis anormais de colesterol e à síndrome metabólica, que aumenta inevitavelmente a probabilidade de manifestação de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

Comments on “Conheça Suas Causas E Saiba Como Evitar”

Leave a Reply

Gravatar